Programadores: conhecimento melhora com a idade

Há uma percepção em alguns círculos ligados à tecnologia de que os programadores mais velhos não são capazes de acompanhar o ritmo da rápida evolução tecnológica, e que eles são discriminados na área de software.

Mas um novo estudo indica que o conhecimento e as habilidades dos programadores realmente melhoram ao longo do tempo – e que os programadores mais velhos sabem tanto (ou mais) do que seus colegas mais jovens quando se trata de plataformas de software mais recentes.

“Nós queríamos explorar essas percepções sobre os programadores veteranos como pessoas fora de sintonia com as tecnologias emergentes, e ver se poderíamos determinar se os programadores mais velhos realmente conseguem acompanhar as mudanças na área,” disse o Dr. Emerson Murphy-Hill, da Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

“E descobrimos que, em alguns casos, os programadores veteranos têm uma ligeira vantagem [em relação aos mais jovens],” acrescenta ele.

Reputação de programador

Os pesquisadores analisaram os perfis de mais de 80 mil programadores em um site chamado StackOverflow, uma comunidade online que permite aos usuários fazer e responder perguntas sobre programação.

O site também permite que os usuários avaliem a utilidade das perguntas e das respostas de outros usuários.

Os usuários que são classificados como fazendo boas perguntas e fornecendo boas respostas recebem pontos que são refletidos em sua “pontuação de reputação.” Quanto maior a pontuação de reputação de um programador, maior é a chance de que ele tenha um entendimento robusto sobre problemas de programação.

Para a primeira parte do estudo, os pesquisadores compararam a idade dos usuários com sua reputação. Eles descobriram que a reputação de um programador aumenta com a idade, pelo menos até os 40 anos – não havia dados suficientes para tirar conclusões significativas para os programadores mais velhos.

Os pesquisadores, então, analisaram a quantidade de assuntos sobre os quais cada programador perguntava e respondia, o que reflete a amplitude de seus interesses e conhecimentos de programação.

Os dados revelaram que há uma queda acentuada no número de assuntos dominados entre as idades de 15 e 30 anos – mas que a gama de assuntos aumenta de forma constante para os programadores desde faixa dos 30 anos, até o início dos 50.

Coroas da tecnologia

Finalmente, os pesquisadores avaliaram o conhecimento dos programadores mais velhos (com idades acima de 37 anos) em comparação com os programadores mais jovens (menos de 37) no que diz respeito a tecnologias relativamente recentes – ou seja, tecnologias que existem há menos de 10 anos.

Para dois sistemas operacionais de smartphones, iOS e Windows Phone 7, os programadores veteranos tiveram uma vantagem significativa no conhecimento em relação a seus colegas mais jovens.

Para todas as outras tecnologias, de Django a Silverlight, não houve diferença estatisticamente significativa entre os programadores mais velhos e os mais jovens.

“Os dados não dão suporte ao preconceito contra os programadores mais velhos – se alguma coisa existe de fato, é exatamente o oposto”, disse Murphy-Hill.

Via -  Inovação Tecnológica - 22/05/2013

Bibliografia:

Is Programming Knowledge Related To Age?
Patrick Morrison, Emerson Murphy-Hill
10th Working Conference on Mining Software Repositories Proceedings
http://people.engr.ncsu.edu/ermurph3/papers/msr13.pdf

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s